Recadastramento de servidores da PMEV registra pouca procura e secretário alerta para possíveis bloqueios de pagamentos. Saiba mais

Por: José Loiola Neto, do Elesbão News

Em andamento até a próxima sexta-feira, dia 5/5, na Prefeitura Municipal, o processo de recadastramento de servidores ativos lotados no serviço público municipal, motivado pela mudança do regime CLT para Estatutário.

Em conversa com o secretário da Administração com Jorge Luis Lopes Cavalcante disse que faltando apenas uma semana para findar o prazo não chega a ser satisfatório o índice de procura por parte dos servidores. Por isso, ele pediu a compreensão dos servidores efetivos integrantes do quadro da PMEV para que procurem o setor responsável para entrega de documentos necessários.

- Logo porque a gente precisa atualizar a ficha funcional dos servidores. Existem hoje três funcionários a disposição para realizar esse trabalho nos turnos manhã e tarde, precisamos colher todas essas informações.
O secretário disse que com a mudança do regime celetista para estatutário, algo que se fez valer desde que a Câmara aprovou o Projeto de Lei do Executivo ainda durante o mês passado, a PMEV precisar ter no seu controle, a atualização cadastral de todos os funcionários efetivos, atualmente em torno de 350 e todos precisam fazer o recadastramento, haja vista quem em princípio não há perspectiva para prorrogação do serviço. Jorge faz um alerta aos servidores que deixarem de atualizar os dados.

- Pode ocorrer de repente do servidor não receber pagamento e este ficar bloqueado, por isso pedimos que até o dia 5 de maio os servidores compareçam para atualizar os dados e evitar a suspensão de pagamentos, até porque é rápida, demora em torno de 10 minutos e fica tudo resolvido.

Jorge explicou que não são muitos os documentos solicitados para fins do recadastramento, e que os papeis requeridos foram ao máximo reduzido, como forma de facilitar a vida dos servidores.

- Estão sendo solicitados a RG, o CPF, um comprovante de residência atualizado, certidão de nascimento ou casamento, comprovante de escolaridade, diploma de curso de capacitação em suas respectivas áreas de atuação, certidão de nascimento de filhos menores de 14 anos para recebimento de Salário-Família, Declaração de não acumulação de cargo público, carteira de trabalho e Carteira Nacional de Habilitação(CNH), nesse caso, para os motoristas.
Postagem anterior
Próxima postagem
Notícias Relacionadas

0 comentários: