DE OLHO NA LÍNGUA: Dicas de português com o professor Antonio da Costa, de Sobral-CE- Material de domingo, 26 de março 2017

Postila / apostila
Indicam coisas diferentes; Postila é que é a forma correta para indicar o folhetim, o caderno de folhas, geralmente mimeografadas, por onde os alunos de uma escola ou universidade estudam as lições. Com o A protético – Apostila – denota a palavra “breve nota, adicionamento à margem de uma escritura; declaração, advertência, reparo que se põe na margem do livro ou de um manuscrito”, donde apostilar, apostilado, apostilador: “A tese de Saint-Simon foi comentada, aditada, apostilada, às vezes diminuída por empréstimos ideativos de almanaque, mas fundamentalmente a mesma”.

Outros significados tem ainda, relacionados com esse, mas não o dado acima para a palavra postila. Postilha é variante gráfica de postila, e apostilha, de apostila. O problema é meter na cabeça de todos os alunos de cursinhos, de escolas e de professores que não adotam livros que não é correto chamar apostila a reprodução gráfica da aula. Não há na reprodução nenhuma apostila; nada foi apostilado à preleção do professor; essas transliterações são simples postilas. Dicionaristas novos estão incorrendo na confusão, mas João Ribeiro, Aulete, Cândido de Figueiredo navegam em outros barcos.

Existe em nossa Língua a expressão ‘à medida em que”?
Nem essa nem ‘todas as vezes em que’. Os nossos jornalistas, todavia, as empregam constantemente: forma e fundo; conjuntura e estrutura; imaginário e real. “Uma nítida diferenciação entre esses planos começa a evidenciar-se à medida em que evolui o plano Collor. (Folha de São Paulo); “Todas as vezes em que a televisão mostrou homens e mulheres nus…” (VEJA). Nossa Língua possui ‘à medida que’  e  ‘todas as vezes que’ ou  ‘toda vez que’.

“O país atravessa um estágio de euforia” ou “o país atravessa um estádio de euforia”?
A segunda. Faz estágio quem se prepara para exercer alguma atividade profissional definitiva. Muitos estudantes fazem estágio em firmas ou empresas, com a esperança de a elas serem incorporadas como funcionários regulares.

A palavra que significa fase, período, época, todavia é ESTÁDIO. Ex.: A política brasileira, de 1930 até nossos dias, passou por vários estádios; No estádio atual da língua, pronuncia-se Cleópatra, e não Cleopatra. Estágio, assim, só se usa adequadamente no sentido de preparação (profissional, escolar ect.): Estou no meu primeiro ano de estágio na empresa.

“A vítima está muito grave” ou “a vítima está muito ferida”?
A segunda. Grave só pode ser o estado de uma pessoa, mas nunca a própria pessoa. Por isso: o estado da vítima é muito grave; ela precisa de socorro com urgência! De outra forma será sempre: A vítima está muito ferida e precisa de socorro com urgência!

(*) Professor Antônio da Costa é graduado em Letras Plenas, com Especialização em Língua Portuguesa e Literatura, na Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). É, também, servidor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Sobral. Contatos: (088) 9409-9922 e (088) 9762-2542.
Postagem anterior
Próxima postagem
Notícias Relacionadas

0 comentários: