DE OLHO NA LÍNGUA- Professor Antônio da Costa, de Sobral-CE - Material de domingo 28.05.17

Homília / homilia

As duas pronúncias existem. Mas no Português contemporâneo já ficou consagrada a pronúncia paroxítona “homilía”. A palavra significa: pregação sobre o Evangelho em estilo simples. Em tempo: Na palavra homilia não existe acento agudo. O acento encontra-se aí só para indicar a pronúncia.

Projétil - projéteis / reptil - répteis
Segundo Rocha Lima (e a maioria dos gramáticos brasileiros), em sua Gramática Normativa da Língua Portuguesa, os substantivos réptil e projétil, ambos paroxítonos, admitem, também, na língua atual, pronúncia em “il” acentuado e, por isso, apresentam duas formas de plural possíveis: oxítonos: réptil - reptis; projetil – projetis; paroxítonos: réptil – répteis; projétil – projéteis. No Brasil, a forma mais usada é a paroxítona: réptil – répteis; projétil – projéteis. No entanto, as duas são corretas.

Guarda-roupa - guarda-roupas / guarda-noturno - guardas-noturnos
Muita gente boa claudica no plural dos substantivos compostos formados pelo substantivo guarda. Vejamos: Quando o primeiro elemento é a palavra guarda, há um meio prático de saber se guarda é verbo ou substantivo: se o segundo elemento for substantivo, guarda será verbo. Se o segundo elemento for adjetivo, guarda será substantivo.

Aplicando a regra: verbo – substantivo: guarda-roupa / guarda-roupas;  guarda-comida /guarda-comidas; guarda-chuva, guarda-chuvas; guarda-louça, guarda-louças; guarda-pó, guarda-pós. Substantivo – adjetivo: guarda-noturno, guardas-noturnos; guarda-civil, guardas-civis; guarda-mor, guardas-mores; guarda-florestal, guardas-florestais. OBS.: Guarda-marinha faz guardas-marinha (aceita, também, as formas: guardas-marinhas e guarda-marinhas.

W (Pronúncia: uóti)
Esta palavra não deveria estar aqui arrolada, porque não se trata de nome português. Ocorre, porém, que entre nós é muito usada. Ocorre, também, que muitos locutores e repórteres dizem que suas emissoras possuem potência de 1000 ‘vátis’ (com a letra V). A palavra é inglesa, e a grafia está rigorosamente de acordo com a língua de origem; logo, a pronúncia deve ser também à inglesa.

Locutores e repórteres, contudo, deveriam ler alguns livros de ortoepia (ou ortoépia) e prosódia, para que menos se equivoquem. Alguns leem ZYE assim: ZÊ, ÍPSOLÕ Ê. Certamente, esses cidadãos (e não, cidadões) também terão em casa lâmpadas GÊ Ê... Certamente, esses cidadãos já terão, um dia, desejado trabalhar na TV Ê e no IBGÊ.

Pese (Pronúncia: pêze)
Elemento da locução prepositiva “em que pese a”, que os jornalistas brasileiros usam apenas “em que pese” (omitindo o “a”). Vulgarizou se a pronúncia “pézi”, por influência da pronúncia da forma verbal “pese” (de peso). Tal elemento, todavia, é da mesma família de pêsames e do substantivo pesar (= condolências).

(*) Professor Antônio da Costa é graduado em Letras Plenas, com Especialização em Língua Portuguesa e Literatura, na Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA). É, também, servidor do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) de Sobral. Contatos: (088) 9762-2542.

Previsão do tempo- Nordeste para os próximos três dias



Previsão para Domingo, 28 de maio 2017
O tempo fica instável, com sol entre muitas nuvens e chuva a qualquer hora no norte do PI e do CE e no leste de PE e da PB. No interior das Região o ar continua seco, o sol predomina e não chove. Sol forte e chuva rápida nas demais áreas.

Previsão para Segunda-Feira, 29 de maio 2017
Uma forte massa de ar seco garante tempo firme para o interior do Nordeste. No leste de PE, da PB e do RN e no norte do MA, do CE e do PI o sol aparece entre muitas nuvens e chove a qualquer hora. Sol forte e chuva rápida nas demais áreas.

Previsão para Terça-Feira, 30 de maio 2017
O sol predomina e não chove em SE, no oeste de PE, no interior da BA e no sul do MA e do PI. No norte do MA, do PI e do CE e no leste do RN, da PB e de PE chove a qualquer hora. Sol e chuva rápida nas demais áreas.

Mais um LOIOLA passa para Medicina- Dorlane Loiola

Ainda é tempo de felicitar a jovem DORLANE LOIOLA. Filha do casal Chagas e Dorly Loiola, aprovada no curso de Medicina pela FACID em Teresina, e passará a cursar em agosto.

Clima de muita festa e comemoração depois do resultado divulgado no final de semana passado, festa regada a muita cerveja e churrasco na residência da sua tia Teresinha Loiola, na capital piauiense.

Tetê alias, que viu um de seus filhos Lívio Loiola concluir o curso de medicina em 2011 se mostrou radiante pelo sucesso obtido pela sobrinha, que já deixou claro que futuramente será pediatra. Sucesso Dorlane, você merece essa conquista!


Dona Francisca do Altino completa 90 anos. Parabéns!

E os parabéns vai para dona Francisca Maria da Silva, a "Francisca do Altino", moradora da Rua Ursulino Coimbra, na Piçarra, hoje, dia 27 de maio, ela completa 90 anos bem vividos e recebe as felicitações de seus filhos, netos e bisnetos. Tudo de bom, dona Francisca!, que a data continue a se repetir por muitos anos mais e mais. Felicidades!

Elesbonense Antonio Campelo, neto de João Vieira conta sobre seu dissabor com término de casamento e explica porque as Testemunhas de Jeová se abstém de sangue.

Por: José Loiola Neto, do Elesbão News

Antônio Campelo da Silva, o "Campelo", 57 anos(29/03/1960), um dos filhos da dona "Ressu", moradora da Rua Santo Antonio, bairro Piçarra nesta cidade, neto do saudoso João Vieira, vivendo atualmente em Heliópolis-SP, divorciado, pai de dois filhos e avô de dois netinhos, Testemunha de Jeová, esteve em visita a Elesbão Veloso recentemente, aproveitamos para saber um pouco da vida desse elesbonense valoroso-- m zelador de condomínio na capital paulista.

Antonio Campelo vive em SP desde 1982; desilusão com casamento

- Antes de ser faxineiro de prédio, trabalhei numa indústria química, vi que as oportunidades em São Paulo estavam fracassando, tanto que o salário estava achatado, resolvi mudar para uma empresa do ramo de limpeza, onde permaneço há 11 anos, estou me dando bem.

Em Elesbão Veloso, ainda adolescente e nos primeiros anos pós-maioridade trabalhou no roçado. Quando foi para São Paulo tinha apenas 22 anos. A terra natal nunca fora esquecida, tanto que tem planos para o futuro.

- Quero voltar até o ano que vem(2018). Pretendo comprar minha casa e viver aqui.

Alguns dos amigos da sua época em Elesbão, que ele guarda na memória: Francivaldo do Chico da Laura, João Vicente Mesquita, dono de mercearia do antigo mercado público, Nato do Baixão, Cico do Antonio Martins, Zé Adauto, Manoel do Paulo etc.
Antonio Campelo, 57 anos; 57 kg- perda de peso por conta do diabetes
Diabético, disse que tem enfrentado barreiras por conta das limitações impostas pela doença. A situação, relata Campelo, é difícil, mas é preciso continuar lutando.

- Estou convivendo com o problema há mais de 10 anos. Temos que ser muito rigoroso. De repente vejo uma feijoada não posso comer a carne como o caldo, um pouquinho de caldo por cima do arroz.
A taxa do diabetes de Campelo vai às alturas, tanto que há dias em que a taxa de glicemia chega a 400, mas houve vezes em que atingiu 600.

- A reação era sono. Percebi os primeiros sintomas, urina doce e bedia demais, uma sede fora do normal, bebia muita água e não matava a sede. No começo também sentia muita fome. Perdi muito peso, estava com 87kg em três meses estava com 80kg, depois baixei para 60kg, hoje estou com 57kg.

Na entrevista ao Painel Popular, Campelo não esqueceu de fazer referência ao avô João Vieira, falecido no começo dos anos 1990. Para ele, Vieira foi um pai-avô muito bom. Sua v´-mãe, dona Virgem também é lembrada em sua orações para Jeová.

Casamento malsucedido, a esposa, uma elesbonense de nome Cruz com quem teve dois filhos- Almir e Elane, que lhes deram dois netos. A separação ocorreu após uma convivência de 30 anos, motivo pelo qual ainda lhe faz até hoje buscar respostas para o fim da união.

- Não fiquei feliz, fiquei sim descontente, vivi momentos de desespero, mas os irmãos foram importantes para minha recuperação. Fiquei louco varrido, chorei entre dois a três meses procurando explicações para o que aconteceu. Até hoje não entendi.

Testemunha de Jeová, ele lembra que a entrada para servir ao Deus-Jeová foi por intermédio da ex-mulher. Campelo fala também o porque da abstinência ao sangue.

- Sou feliz como Testemunha de Jeová porque se eu cometer um erro e for grave vou ser desassociado, para isso basta eu casar com uma mulher que não é irmã. Sobre o sangue, que a gente recebe dos hospitais não é 100% garantido, então procuramos fazer uma cirurgia com base no plasma. O Papa João Paulo II morreu, ninguém sabe, mas eu sei, ele morreu de uma doença do sangue que ele recebeu na época em que ele foi baleado, ele fez uma cirurgia tomou sangue e adquiriu uma doença chamada Citomegalovirus.

Dedé do Emater-PI diz que Elesbão Veloso teve período chuvoso satisfatório para lavoura e pastagem, mas não para reservatórios: "faltou chuva de 80mm".

Por: José Loiola Neto, do Elesbão News

No começo desse mês, o Emater-PI de Elesbão Veloso, na pessoa do supervisor territorial rural repassou à imprensa local um mapa da acúmulo pluviométrico e possível aproveitamento da safra agrícola nesse ano. Os dados são animadores, aliás, depois de sucessivas perdas, enfim, o homem do campo encontra um motivo para sorrir, na medida em que no setor agrícola teremos o melhor aproveitamento dos últimos dez anos.

- Em 10 anos que tenho de Emater, a última vez que tinha visto farra na roça foi em 2009, nos anos seguintes foram muito prejuízos. Esse ano foi diferente, Deus foi bondoso e dividiu bem todas as chuvas, foram todas bem distribuídas, já que em janeiro choveu 113mm, em fevereiro 116mm, em março 217mm, abril 186mm e maio já vamos com mais de 70mm.
Água no açude da Rua do Fio. Arquivo Elesbão News

Dedé pontuou que as chuvas verificadas em maio estão sendo úteis para garantir o sustento das culturas de arroz e milho em algumas comunidades. O supervisor ressalta que a cultura de milho será a mais proveitosa.

- Milho aqui em Elesbão Veloso andou sendo vendido a R$ 70,00, 80,00, hoje é possível negociar milho a R$ 35,00 o saco; feijão teve de R$ 12,00, já encontramos feijão a R$ 3,00 o quilo no comércio, e isso é bom.

Período chuvoso em Elesbão Veloso foi bom para lavoura, porém não muito satisfatório aos reservatórios. O supervisor do Emater-PI explica o motivo do baixo índice de água nos mananciais.

- A razão principal é o fato de não ter registro de nenhuma chuva de 80mm. Nos anos anteriores, tinha uma chuva de 80 a 90mm pelo menos durante o mês de março, que serve para encher os açudes, esse ano não teve. A chuva maior na cidade foi uma de 46mm, uma chuva boa para legume e pasto, mas para reservatórios ela é insuficiente.

Elesbão Veloso registra alto índice de inadimplência no AgroAmigo(Pronaf-B); supervisor do Emater-PI comenta situação e diz que Banco do Nordeste dá oportunidade para quitação de dívidas.


Por: José Loiola Neto, do Elesbão News


Em recente conto com o Painel Popular, o supervisor territorial do Emater-PI em Elesbão Veloso informou sobre o alto índice de inadimplência do Programa Pronaf AgroAmigo no município. O programa é financiado pelo Banco do Nordeste.

Segundo Valdeci Alves de Araújo, o Dedé,, na ida a Valença do Piauí, no último dia 19 de maio, em conversa com a senhora Lívia que atua no banco, sendo responsável pelo setor do AgroAmigo, tomou conhecimento do aumento da inadimplência em Elesbão Veloso.

Valdeci Alves, o Dedezin do Emater sempre trazendo notícias importantes pertinentes ao campo.
Em outras palavras, isso que dizer que a maioria das pessoas que estão acessando o programa não estão em dia com as atribuições, e isso, ressalta Dedé, incide diretamente no município, na medida em que deixa de abrir vagas para novas pessoas, sobretudo aquelas que moram na zona rural, que criam ovelhas, bode, animais de pequeno porte.

Ao tempo em que demonstrou preocupação, Dedé convocou os devedores, algo em torno de 130 pessoas, a maioria moradores da zona rural que estão com o AgroAmigo(Pronaf B- linha de crédito de até R$ 4 mil) a comparecer ao Emater-PI.

- Os devedores não vão pagar nada ao Emater, vão pagar para o banco, uma taxa que será cobrada é que vai até R$ 300,00, e que já é possível renegociar a dívida, não necessariamente o montante devido, a partir de R$ 300, a gente pede o boleto via internet, o boleto é enviado, o devedor pagará a conta na lotérica, tira uma cópia desse boleto, ai a gente assina um termo de prorrogação do empréstimo, o que vai facilitar para pessoa que está devendo e facilita para o banco, diminui o índice de inadimplência e melhora para todo mundo.

Valdeci Alves ressalta que o dinheiro oriundo do AgroAmigo entra de uma forma muito generosa na cidade, na medida em que do começo do ano até o último mês de abril, todos os meses entre 30 e 40 pessoas faziam contratações, a importância que circula na economia gira em torno de R$ 120 mil. O dinheiro é para fomentar os negócios de quem lida com a pecuária desde a criação de animais a plantações agrícola.

- O dinheiro serve para alavancar a economia e melhorar a qualidade de vida das pessoas, pois é a partir da venda de caprinos por exemplo que o produtor pode comprar móveis para sua casa, roupas ou livros para os filhos que estudam, uma televisão, uma geladeira.

Importa lembrar que quando o produtor atrasa o Pronaf-AgroAmigo, no dia seguinte, o nome já é incluso na base do SPC/SERASA, sendo que agora quem se encontra inadimplente no programa vai incidir no Bolsa Família, na medida em que esses programas são vinculados ao Ministério do Desenvolvimento MDA.

- Pra mim não vai ser novidade nenhuma se daqui pra frente a pessoa que estiver inadimplente com o Banco do Nordeste por causa do AgroAmigo vai perder o Bolsa Família, por isso, é preciso ter cuidado.